O final de semana (7-9/jun) no Rio de Janeiro e em Pernambuco

Dominique Duszynski, que por dez anos integrou a Tanztheater Wuppertal Pina Bausch, está no Brasil e ministra workshop na Rampa Lugar de Criação (Rio de Janeiro). Amanhã e domingo (8 e 9/jun), entre 10h e 13h, as aulas são dedicadas à dança-teatro. Hoje (sexta), ela propõe uma aula aberta de kinomichi, das 18h às 20h30.

Segundo a divulgação do workshop:

Sua aula começa com uma investigação dos contatos e apoios no chão para, progressivamente, conquistar a espiral e a verticalidade. Transitando por diversas qualidades de movimento, do leve ao tônico, as sequências de movimentos conferem musicalidade e ativam um estado de presença. A partir de um despertar para a consciência anatômica, sua pesquisa em dança propõe fluidez e dinâmica, permitindo a liberação da energia vital e o refinamento na precisão do movimento.

A Rampa Lugar de Criação fica na Rua Sá Ferreira, 202 – Copacabana – Rio de Janeiro. Para mais informações sobre o workshop, clique aqui ou ligue para (21) 3796-7307.

Vale lembrar também que Dominique ministrará uma oficina gratuita no Espaço SESC (Rio de Janeiro) nesta segunda, conforme anunciamos na postagem de 4/jun.

[Conrado Falbo em Solo para várias vozes / foto: Silvia Góes]

Ainda hoje (7/jun), e estendendo-se por todo o mês de junho (sempre às sextas e sábados, às 20h), o Coletivo Lugar Comum (PE) promove o projeto Movimentos Coletivos no Teatro Joaquim Cardozo. Composta de novos trabalhos de integrantes do Coletivo e artistas parceir@s, neste final de semana a programação apresenta Solo para várias vozes, do músico e performer Conrado Falbo (ver foto); Improvisões, de Conrado Falbo e Liana Gesteira (que conta com uma/um artista convidad@ a cada semana); e De cordas, faixas e metal, de Letícia Damasceno.

Para quem se animou em conferir, os ingressos são vendidos a R$20 (inteira) e R$10 (meia). Saiba mais sobre cada trabalho aqui.

O Teatro Joaquim Cardozo fica na Rua Benfica, 157 – Madalena – Recife (PE).

A próxima dica vale pra quem ainda está na “vibe inscrições” de nossa postagem anterior: o SESC Piedade (PE) promoverá a partir de julho o Grupo de Estudos em Dança. Conforme e-mail que nos foi enviado pelo Setor de Cultura da instituição, “a proposta é estruturar um grupo de estudos teóricos e práticos em dança, construindo um espaço de experimentação, trocas e reflexão, e contribuindo para a formação técnica e artística dos participantes. Serão discutidas questões relativas ao corpo, dança, cena, cultura, história, sociologia, antropologia, tecendo uma grande rede, olhando para a multiplicidade de aspectos que o fazer em dança revela”.

O grupo será direcionado pela professora e bailarina Ivana Motta, graduada em Dança pela UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas), e contará com a contribuição de convidad@s da cena artística pernambucana, além de estudios@s de diversas áreas. Os encontros estão planejados para as segundas, quartas e sextas-feiras, entre 20h e 22h, no SESC Piedade.

Quem ficou interessad@ e deseja obter informações mais detalhadas, deve entrar em contato com o SESC através do telefone (81) 3361-0097 ou do e-mail ajulia@sescpe.com.br.

[Companhia de Dança da Cidade / foto: Rodrigo Buas]

Encerramos esta postagem com notícias sobre o projeto de ocupação do Teatro Cacilda Becker (Rio de Janeiro) – Conexão Cacilda. Criada em 2003 pelo crítico e pesquisador Roberto Pereira (in memoriam), a Companhia de Dança da Cidade (Rio de Janeiro) trabalha com um perfil ainda inédito no país: remontagens de obras representativas de grandes nomes da dança moderna e contemporânea brasileira. De hoje a domingo (7 a 9/jun), a Companhia apresenta Repertório 1, espetáculo composto de uma seleção de coreografias de Ana Vitória, Arnaldo Alvarenga e Lydia del Picchia, Graciela Figueroa, Lia Rodrigues e João Saldanha, além de Nina Verchinina.

A Companhia de Dança da Cidade é um projeto de extensão do curso de Licenciatura em Dança da UniverCidade (RJ). Desde sua criação, a coordenação geral está a cargo da professora Marise Reis, que também foi bailarina de importantes companhias cariocas.

A ideia de criar uma companhia com o perfil de memória, remontando obras que marcaram a trajetória de coreógraf@s brasileir@s, surgiu para aliar o sentido de pesquisa à possibilidade de oferecer uma experiência artística para as/os alun@s do curso que compõem a companhia, além de mostrar ao público imagens de sua própria história. Já foram remontadas obras de 14 importantes coreógraf@s nacionais: Ana Vitória, Ana Mondini, Arnaldo Alvarenga, Carlota Portella, Graciela Figueroa, Jair Moraes, João Saldanha, Lia Rodrigues, Lourdes Bastos, Nina Verchinina, Paulo Caldas, Regina Sauer, Renata Melo e Sônia Mota.

Com este vasto e diferenciado repertório, a Companhia vem se apresentando em diversos estados brasileiros e, em 2009, fez sua primeira viagem internacional. Segundo a crítica Helena Katz (O Estado de São Paulo) aponta: “Vale destacar a importância do perfil que a Companhia de Dança da Cidade adotou. Não poderia ser mais feliz a opção em dançar o repertório moderno e contemporâneo que não é mais encenado por quem o criou.”

Para quem ficou a fim de conferir Repertório 1, o espetáculo tem sessões às 20h (hoje e sábado) e 19h (domingo), com ingressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia). Com duração de aproximadamente 60 minutos, Repertório 1 possui classificação indicativa livre.

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s