Pílulas de Cultura Feira Preta em São Paulo + chamada para colaboração em pesquisa de doutorado na UFBA

[Bakô – A Outra Margem, de Luciane Ramos / foto: GUMA]

Com frequência mensal no Centro Cultural São Paulo (CCSP), as Pílulas de Cultura Feira Preta apresentam amanhã (25/ago, entre 16h e 20h) uma programação que conta com debate, intervenção teatral, solo de dança e exposição de gravuras. As atividades acontecerão na Sala Adoniran Barbosa, com entrada franca.

Destacamos, às 17h, a Roda de Conversa sobre “Estética e Gestão da Produção Cultural Negra” que, segundo o texto de divulgação que nos foi enviado, “será uma oportunidade para entender como acontecem os processos criativos de um artista, de que forma ele gerencia suas ações no mercado artístico, como ele pensa e coloca nos palcos os seus projetos e sob qual ótica ele insere as informações que proporcionam reflexões”. Integram a Roda a artista visual Renata Felinto (Cubo Preto), o ator Sidney Santiago (Cia. de Teatro Os Crespos), e a bailarina-pesquisadora Luciane Ramos. Às 19h10, Luciane ainda apresenta seu solo Bakô – A Outra Margem (ver foto acima), projeto desenvolvido com subsídio do programa Rumos Itaú Cultura Dança – 2012-2014.

Acesse a programação completa desta edição da Feira aqui. O CCSP fica na Rua Vergueiro, 1.000 – São Paulo (SP).

Em Salvador (BA), a doutoranda Taís Ferreira convida colaborador@s para a sua pesquisa no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia (PPGAC / UFBA). A investigação trata de percursos formativos de docentes em teatro e dança como espectador@s. Quem estiver a fim de “dar uma força” para a pesquisa da Taís, deve responder a um questionário online. Segundo ela explica:

O questionário é uma primeira etapa de construção de dados para a pesquisa e é direcionado a professoras e professores de teatro e dança, sem formação acadêmica específica na área ou com formação em cursos superiores na área de artes cênicas, bem como licenciandos em teatro e dança cursando os três últimos semestres da graduação (em fase de estágios curriculares obrigatórios). Os sujeitos voluntários podem atuar na educação básica (ensino regular), no ensino superior e tecnológico ou no ensino informal.

O questionário, que pode ser acessado aqui, é composto de questões objetivas e descritivas (que não são de resposta obrigatória), e poderá ser respondido num tempo estimado entre 30 minutos e 1 hora. São 6 conjuntos de questões: para responder à seção seguinte, é necessário responder as questões obrigatórias da anterior.

Para quem quiser entrar em contato com Taís para mais esclarecimentos, pode fazê-lo através do e-mail taisferreirateatro@gmail.com.

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s