Bailarina capixaba realiza sonho de estudar balé na Rússia

[Virgínia Mazoco / fonte: facebook.com/virginiamazocoballet]

Ao receber um e-mail de contato da assessora de imprensa da bailarina Virgínia Mazoco, que seguiu para a cidade de São Petersburgo (Rússia) para estudar numa conceituada escola de balé clássico, foi inevitável lembrar de uma conversa com Christina Motta, nos bastidores da Noite de Gala do Festival Nacional de Dança de Juiz de Fora (MG) em 2013 [*]. Christina, diretora da In’ Cena Cia. de Dança (RJ), comentava comigo e Raíssa Ralola (gerenciadora de conteúdo de ctrl+alt+dança) sobre a labuta d@s jovens que desejam fazer do balé seu caminho profissional:

A maioria dos meus alunos está procurando trabalho fora do Brasil (…) Eles correm atrás de concursos, audições (…) A maioria consegue porque o mercado lá fora é muito amplo (…) Eles gostam de ver o brasileiro dançar, pela nossa versatilidade.

Lembro que ainda perguntei a Christina o que falta para que ess@s jovens permaneçam no país. A resposta veio sem hesitação: “incentivo à cultura, principalmente à dança”. “As pessoas estão dando valor à dança contemporânea… a gente já deu um passo. Tem a Deborah Colker [Companhia de Dança], o Grupo Corpo, Quasar [Cia. de Dança] (…) A maioria é bailarino clássico de qualidade, mas ainda falta incentivo para o mercado clássico”, explicou.

Virgínia Mazoco se enquadra no perfil de jovem bailarina que, de um país ainda carente de oportunidades interessantes no universo da dança clássica, parte em busca do “sonho dourado” em terras estrangeiras. A história não é nova, nem única, como não nos deixam esquecer os programas de TV sobre jovens no balé.

No caso de Virgínia, o destino foi a Vaganova Ballet Academy, fundada há 275 anos na Rússia, de onde saíram nomes importantes, tais como Anna Pavlova e Mikhail Baryshnikov. Capixaba, Virgínia se mudou para São Petersburgo em set/2013. Desde então, compartilha suas vivências no blog que leva seu nome – virginiamazoco.com.br – e na sua página no Facebook.

Antes de partir para a Rússia, a jovem bailarina foi aluna da Escola do Teatro Bolshoi do Brasil, localizada em Joinville (SC). Após décadas, Virgínia é a primeira brasileira a conquistar uma vaga na Vaganova Ballet Academy.

NOTA:

[*] Para ouvir um trecho da conversa com Christina Motta, clique aqui.

Um comentário sobre “Bailarina capixaba realiza sonho de estudar balé na Rússia

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s