Seminários e outros eventos agitam a semana no Rio de Janeiro

[Monica da Costa em ensaio do grupo Asakata de dança, no Musée de Porto Novo (Benin) / fonte: facebook.com/monica.dacosta.16]

A semana promete muitos compartilhamentos e intercâmbio de ideias e práticas na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Diversos eventos – sarau, seminários, apresentações, palestras e oficinas – se concentram de amanhã a domingo (6-11/mai). Confiram um resumo que organizamos a seguir:

Amanhã (6/mai), na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), o Núcleo de Estudos das Performances Afro-Ameríndias (NEPAA) promove o Sarau NEPAA, às 19h. A noite contará com relatos de pesquisas em viagens realizadas pelas artistas Tatiana Damasceno (“Minhas experiências na África: imagens e percepções”) e Monica da Costa (“Memórias do Benin”) (ver foto acima).

A UNIRIO fica na Avenida Pasteur, 296 – Urca – Rio de Janeiro (RJ).

Também no Rio de Janeiro, de amanhã a sexta-feira (6-9/mai), o Programa de Pós-Graduação em Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGArtes / UERJ) realiza seu V Seminário de Pesquisadores, intitulado “Vulnerável”. O evento, que acontecerá no Centro Cultural da UERJ (COART) neste ano, apresenta um novo formato: as comunicações, de modo não habitual para um evento acadêmico, serão realizadas em roda.

O Seminário apresenta uma programação recheada de performances, intervenções e rodas de conversa sobre o tema principal, a vulnerabilidade. Segundo a comissão organizadora:

Rio de Janeiro, 2014, ano de Copa do Mundo, ano de eleições. Nada poderia estar mais exposto à vulnerabilidade do que esta cidade e tudo o que nela habita. Se existir é vulnerável, tudo aquilo que vive o é. Vulnerável é estado e condição de mudança, de transformação, de encontros, de relação, de atravessamento. É a fragilidade em sua forma mais potente. Não há abrigo. Ainda que escondidos, estamos sujeitos aos afetos de nossa própria multidão. O vulnerável é da ordem do sensível, você não pode saber que ele existe antes ou depois dele se revelar; depende de como ele se atualiza. Segundo Emmanuel Lévinas, “O descoberto, como uma cidade declarada aberta à aproximação do inimigo, a sensibilidade, aquém de toda vontade, de todo ato, de toda declaração, de toda tomada de posição, é a própria vulnerabilidade”.

Para acessar a programação completa do evento, visite o blog http://encontrovulneravel.wordpress.com.

A UERJ fica na Rua São Francisco Xavier, 524 – Maracanã – Rio de Janeiro (RJ).

Entre os dias 8 e 11/mai (qui a dom), o Centro Coreográfico do Rio de Janeiro sedia a Semana da Dança, organizada pelo Sindicato dos Profissionais da Dança da cidade (SPDRJ). Com o objetivo de fomentar a produção de dança no estado, o evento conta com palestras, oficinas, apresentações e masterclasses.

Os ingressos para as atividades custam entre R$10 (mostra de dança e baile de dança de salão) e R$250 (passaporte para todas as oficinas do evento) – as/os artistas associad@s ao Sindicato têm direito a descontos. Todas as palestras e bate-papos serão realizados com entrada franca.

Para saber mais sobre a programação da Semana da Dança, clique aqui.

O Centro Coreográfico do Rio de Janeiro fica na Rua José Higino, 115 – Tijuca (metrô Uruguai) – Rio de Janeiro (RJ).

[O seminário Bordas do Corpo acontecerá no Museu de Arte do Rio (MAR) / fonte: boadiversao.com.br]

Neste sábado (10/mai, 10h às 18h), acontece o seminário Bordas do Corpo: Dança, Política e Experimentação, promovido pelo grupo de pesquisa Temas de Dança. Algumas questões que norteam o evento são:

  • Quais são as novas cenas da dança hoje e como elas tensionam seus limites com o mundo que as rodeia e invade?
  • Como pensar na relação entre corpo, movimento e as novas práticas subjetivas que estão emergindo nas manifestações de rua no Brasil e no mundo?
  • De que modo a dança contemporânea vem dialogando com novos cenários da escrita, sejam eles pictóricos, dramatúrgicos ou literários?
  • Quais as escritas que surgem através do embate entre corpo e cena?

O seminário finaliza o projeto Temas de Dança – Estudo Itinerante, composto de oficinas que aconteceram nos meses de abril e maio deste ano. Entre artistas e pesquisador@s, estarão presentes: Alex Cassal, Ana Kiffer, Beatriz Cerbino, Hélia Borges, Laura Erber, Ligia Tourinho, Paola Braga, Peter Pal Pelbart, Silvia Soter, Thereza Rocha e outr@s.

Quem se animou, deve se inscrever até quinta-feira (8/mai) enviando um e-mail para temasdedanca@gmail.com. O seminário é gratuito e acontecerá no Auditório do Museu de Arte do Rio (MAR).

Em 14/abr (seg), publicamos um podcast com uma entrevista sobre o evento. No episódio (#4), Flavia Meireles conta sobre a formação do grupo de pesquisa e sua trajetória desde 2011 até a proposição do projeto Estudo Itinerante e a culminância no seminário Bordas do Corpo.

Mais informações podem ser obtidas no site www.temasdedanca.com.br ou na página do grupo Temas de Dança no Facebook.

O MAR fica na Praça Mauá, 5 – Centro – Rio de Janeiro (RJ).

 

 

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s