Final de semana na Parabólica Ocupação (RJ): Grupo Peleja + última sessão de “Fuzuêzinho”, da Companhia de Aruanda

A Parabólica Ocupação (Teatro Cacilda Becker (RJ)) continua a todo vapor, driblando (com bastante sucesso, diga-se de passagem) a instabilidade do calendário em plena Copa do Mundo (ver flyer acima)! Neste final de semana, o pernambucano Grupo Peleja apresenta Anônimo, com Eduardo Albergaria (27 e 29/jun); além disso, Parabólica recebe a última sessão de Fuzuêzinho, da Companhia de Aruanda (29/jun). No sábado (28/jun), por ocasião do jogo do Brasil (oitavas de final), não haverá atividades no teatro.

[Eduardo Albergaria em Anônimo, do Grupo Peleja / foto: Renata Pires]

Anônimo, solo de Eduardo Albergaria (Grupo Peleja), trata de um homem atônito, que vive sozinho, mas não se sente só. “Não por demasiado amor próprio, antes talvez por total falta de emoção. Nada parece comovê-lo (…) Sobrevida seria mais adequado ao uso que Anônimo faz de seus dias. Atravessa os dias como quem atravessa a rua, para chegar ao outro lado”, explica o texto de divulgação do trabalho. Concebido pelo próprio Eduardo, o solo conta com direção e dramaturgia de Vinícius Torres Machado.

Com sessões na sexta-feira (às 20h) e no domingo (às 19h), Anônimo possui classificação indicativa 12 anos. Confira abaixo, um trecho em vídeo do espetáculo:

[Fuzuêzinho, da Companhia de Aruanda, com casa lotada na sessão de 21/jun (sáb) / foto: divulgação]

Fuzuêzinho, da Companhia de Aruanda, por sua vez, ganha sua última sessão no projeto de ocupação (neste domingo, às 16h). Trata-se de um espetáculo educacional e interativo, que apresenta dança, música ao vivo e contação de histórias sobre a cultura popular brasileira.

Fuzuêzinho integra diversas danças – tais como jongo, boi bumbá, côco e ciranda – e visa difundir a utilização dos patrimônios imateriais locais como instrumento de transformação social. Abaixo, vocês podem conferir um clipe do espetáculo, que possui classificação indicativa livre:

 

Ambos os trabalhos (Anônimo Fuzuêzinho) possuem ingressos a R$10 (inteira) e R$5 (meia-entrada). Para mais detalhes sobre dias e horários das atividades da Parabólica Ocupação, acesse o blog http://parabolica.info.

O Teatro Cacilda Becker fica na Rua do Catete, 338 – Catete (metrô Largo do Machado) – Rio de Janeiro (RJ).

 

 

 

 

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s