Cristian Duarte, Morena Nascimento e Grace Passô & Kenia Dias apresentam trabalhos em São Paulo

Biomashup é a nova criação de Cristian Duarte, em colaboração com as/os bailarin@s/performers Alexandre Magno, Patrícia Árabe, Clarice Lima, Felipe Stocco, Aline Bonamin, Leandro Berton, além do músico Tom Monteiro (ver flyer acima). O espetáculo possui como subtítulo “Um Concerto de Dança para 6 Bailarinos e 1 Músico”, pois, em sua pesquisa, a música também é entendida como corpo.

Biomashup tem como cerne de sua pesquisa o estudo de variações de presenças trazidas pelos repertórios e memórias de movimento de suas/seus bailarin@s-performers. Cristian Duarte afirma seu interesse na valorização de um tempo histórico que cohabita nossas memórias e registros. Segundo ele:

Entendo essa criação enquanto experiência para acionar treinamentos do corpo em dança. Sou fascinado pelo movimento e intensifico meus trabalhos atualmente nessa direção. Não me interesso por criar algo novo, original, não acredito em original. Tenho apostado em estudar estratégias para tornar possível a ressignificação de padrões, estéticas e contextos, trazendo para as vistas uma ética que estabelece a criação enquanto a arte de atravessar o grande murmúrio de encontros poéticos, que permanecem vivos para além do prestígio autoral.

O trabalho fica em cartaz de hoje até 17/ago (dom) na Casa do Povo, em São Paulo, com sessões de sexta a domingo, sempre às 16h30. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada) – cada sessão comporta apenas 50 pessoas.

Para as/os interessad@s em efetuar reserva de ingresso, basta enviar um e-mail para bio@cristianduarte.net. A Casa do Povo fica na Rua Três Rios, 252 / 2º andar – Bom Retiro – São Paulo (SP).

Por sua vez, Morena Nascimento apresenta o espetáculo Rêverie amanhã e domingo (2 e 3/ago) no SESC Belenzinho (SP). A atriz e bailarina que, em sua carreira, conta com uma passagem pelo Tanztheater Wuppertal de Pina Bausch, compõe o solo a partir de fotomontagens da artista alemã Greta Stern.

Em cena, imagens oníricas inspiradas no universo feminino de Greta Stern se mesclam a outras referências do cinema e das artes plásticas como material poético traduzido em dança. Com classificação indicativa 12 anos e ingressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada) – associad@s SESC pagam apenas R$4 – Rêverie ganha sessões neste sábado, às 21h, e no domingo, às 18h (ver flyer acima).

O SESC Belenzinho fica na Rua Padre Adelino, 1.000 – Belém – São Paulo (SP).

Também em São Paulo, o Teatro Laboratório ECA da USP (Universidade de São Paulo) apresenta Carne Moída, com direção e dramaturgia de Grace Passô e Kenia Dias (ver flyer acima). O espetáculo investiga as transformações do corpo durante o árduo caminho de entender este tempo de contração e expansão. “Um corpo que busca fugir de sistemas ao mesmo tempo em que deseja a criação de novos, que busca fugir dos padrões ao mesmo tempo em que vive em um mundo cada vez mais globalizado. Um corpo que transita entre singularidades e padronização”, explica o texto de divulgação.

O processo de criação do espetáculo não partiu de um texto para sua elaboração, mas de imagens de grupos, multidões e aglomerações humanas. A partir delas, as/os atores/atrizes criaram imagens e movimentos do homem em busca de sua identidade. Sua linguagem fundamenta-se em técnicas corporais da dança e do teatro, e busca uma tensão entre o movimento do corpo e a tentativa de nomear seus gestos racionalmente.

O espetáculo fica em cartaz de hoje até 24/ago (dom) no Teatro Laboratório ECA (Rua da Reitoria, 215 – USP (SP)).

 

 

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s