Entre Recife (PE) e São Paulo: exposição do Acervo RecorDança + Grupo Cena 11 estreia novo trabalho

[Palavra Úmida, com a Cia. dos Homens (2008) / foto: Hans von Manteffeul]

Amanhã (5/ago, às 19h), a Associação Reviva promove a abertura da exposição RecorDança 10 Anos no Centro Cultural dos Correios do Recife (PE), onde permanecerá até 2/nov. Com o subtítulo “Construir, Sentir e Olhar a Dança”, a exposição propõe um mergulho no Acervo RecorDança – projeto de pesquisa, documentação e difusão da memória em dança produzida na Região Metropolitana do Recife, criado em 2003 – organizado em 3 “ambientes-conceitos”: bastidores, palco e plateia.

“Através destes espaços, vídeos, fotografias, programas de espetáculo revelam múltiplos olhares para o fazer e presenciar a dança, e são complementados por elementos de cenografias e figurinos que remetem a espetáculos da história da dança local” (ver foto acima), explica o texto de divulgação do evento. A curadoria da exposição – composta por Liana Gesteira, Roberta Ramos e Valéria Vicente – busca estabelecer pontes entre a história local e discussões e etapas da história da dança nacional, sempre abordando a dança em seus aspectos lúdicos e sensíveis.

O Centro Cultural dos Correios fica na Avenida Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife – Recife (PE).

O Grupo Cena 11 Cia. de Dança, dirigido por Alejandro Ahmed e sediado em Florianópolis (SC), chega a São Paulo para duas apresentações de seu novo trabalho, Monotonia de Aproximação e Fuga para Sete Corpos, no SESC Vila Mariana (7 e 8/ago, às 21h). Amanhã (5/ago, 18h às 20h), o Grupo ainda compartilhará com o público o resultado de uma residência com artistas convidad@s.

Baseado na fuga enquanto estrutura musical, Monotonia de Aproximação e Fuga para Sete Corpos pesquisa a relação do tempo em seu estado de permanência e mudança, nas suas interdependências entre corpo, som, luz e espaço. O trabalho, em cuja pesquisa se encontra um ponto de convergência dos movimentos anteriores do grupo, instaura um tempo ritual, onde a relação com o outro é condição da sua existência.

Ambas as atividades (sessões do espetáculo e compartilhamento com o público) acontecerão na Sala Corpo & Artes do SESC Vila Mariana. O compartilhamento com o público possui entrada franca, com ingressos a serem retirados nas bilheterias da Rede SESC. Já as sessões do espetáculo, cuja classificação indicativa é 12 anos, possuem ingressos a R$32 (inteira), R$16 (meia-entrada) e R$6,40 (associad@s SESC).

O SESC Vila Mariana fica na Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana – São Paulo (SP).

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s