Novidades na ponte RJ-SP: Micheline Torres e Mauricio Florez apresentam solos

A Seguir mostra um personagem em árdua negociação entre estar sozinho e acompanhado, com dinheiro e sem dinheiro, em todo tipo de contexto econômico, político e cultural. A partir daí, diversos questionamentos dão origem a uma pequena “aventura dançada em um mar de possibilidades”.

O trabalho é a quarta obra do projeto “Meu corpo é minha política”, de Micheline Torres, contemplado pelo Prêmio FUNARTE Klauss Vianna de Dança (2009 e 2011), FADA (Fundo de Apoio à Dança) 2012 e Circuito Estadual das Artes 2012 e 2013. “Meu corpo é minha política” vem sendo desenvolvido desde 2007 através de encontros, colaborações e deslocamentos geográficos pelo mundo.

Com temporada que começa hoje à noite e se estende até 23/nov, A Seguir possui sessões de terça-feira a sábado (às 21h), e aos domingos (às 20h). As apresentações acontecem no Mezanino do Espaço SESC, localizado na Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana – Rio de Janeiro (RJ) (ver flyer acima).

Em São Paulo, o bailarino colombiano Mauricio Florez dá continuidade à parceria com o coreógrafo brasileiro Ricardo Gali. O fruto da colaboração é o solo Bolero, inspirado na obra de Maurice Ravel e dedicado à bailarina Ida Rubinstein.

A série de apresentações começa hoje na área externa do SESC Pinheiros (SP), com sessões nos dias 18, 19, 25 e 26/nov, sempre às 20h30 e com entrada franca (ver flyer acima). O SESC Pinheiros fica na Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros – São Paulo (SP).

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s