Oficinas na ponte RJ-SP: Esther Weitzman e Volmir Cordeiro conduzem atividades

[Esther Weitzman / foto: Mauro Kury]

Depois de ministrar o segundo módulo de sua oficina – Um Sopro de Ideias – em meados de abril, a coreógrafa Esther Weitzman (ver foto acima) retorna ao módulo inicial, com atividades previstas para 9/mai (sáb, 10h às 14h), em formato mais condensado. O trabalho é conduzido em seu estúdio no Rio de Janeiro – o Studio Casa de Pedra, sede da companhia que leva seu nome, a Esther Weitzman Companhia de Dança.

Com inscrições até 7/mai (através do e-mail weitzmandanca@gmail.com) e investimento de R$100, a oficina busca expandir possibilidades expressivas pertinentes aos elementos de um projeto artístico, um caminho embrionário de pesquisa de linguagem. Conforme explica Esther, o trabalho conecta-se à “construção da qualidade do movimento, buscando a dinâmica e a percepção do momento presente”. Um Sopro de Ideias direciona-se a estudantes de dança e teatro, além de profissionais, criador@s e pesquisador@s.

O Studio Casa de Pedra fica na Rua Major Rubens Vaz, 436 – Gávea – Rio de Janeiro (RJ).

[Volmir Cordeiro / foto: Fernanda Tafner]

Por sua vez, o artista Volmir Cordeiro (ver foto acima) conduzirá a oficina intitulada Festa de Pobre no SESC Belenzinho (SP) nos dias 19 e 20/mai (ter e qua, 14h às 19h). Com inscrições abertas até o dia 13 (qua), a atividade é gratuita, dirigida a maiores de 18 anos, e tem como ponto de partida práticas coreográficas desenvolvidas para a criação dos solos Céu (2012) e Inês (2014).

A oficina se caracteriza pelo trabalho da imaginação como mecanismo de intensificação dos afetos e de invenção do movimento dançante. A memória de gestos intoleráveis ou condenados à marginalidade social será tratada como mote criador, servindo à ação de tornar aparente um gesto vulnerável. Conforme avança o texto de divulgação da atividade:

O trabalho físico e imaginário está ligado a um tipo de realidade determinada pelo dançarino que, através da sua carga afetiva, buscará a construção da figura exemplar do real convocado. Para tal processo, relações entre palavra, sentir, imagem e figura surgem num trabalho de sensação e da força de projeção, simulação e ficção de mundos disparates.

Volmir solicita que as/os participantes levem roupas consideradas “estranhas, esquisitas, marginalizadas” no guarda-roupa de cada um@. As/Os interessad@s em participar da oficina devem se inscrever através do e-mail volmircordeiro@belenzinho.sescsp.org.br, incluindo no corpo da mensagem uma breve carta de intenção (de um parágrafo).

As/Os participantes selecionad@s serão informad@s via e-mail até 17/mai. O SESC Belenzinho fica na Rua Padre Adelino, 1.000 – Belenzinho – São Paulo (SP) (próximo ao metrô Belém).

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s