Dança em circulação: Grupo Peleja e Cia. Domínio Público apresentam espetáculos com sessões gratuitas em Pernambuco e São Paulo

[Tu Sois de Onde?, com o Grupo Peleja / foto: Renata Pires]

Ao completar 10 anos de atividades em 2014, o Grupo Peleja idealizou a Mostra Comemorativa 10 Anos de Peleja com o fim de compartilhar com o público seus passos ao longo da década. Com recursos do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (FUNCULTURA), a mostra inclui apresentações dos espetáculos Gaiola de Moscas (o primeiro do grupo) e Tu Sois de Onde? (ver foto acima), de Lineu Gabriel, que vêm percorrendo diversas cidades de Pernambuco desde outubro do ano passado. Neste mês de maio, depois de uma passagem por Caruaru, Recife é a parada da vez, com atividades gratuitas até sexta-feira (15/mai).

A breve temporada no Recife inclui uma sessão de Tu Sois de Onde? amanhã (12/mai, às 20h), no Teatro Marco Camarotti (SESC Santo Amaro). Nos dias seguintes (13, 14 e 15/mai), o grupo conduzirá a oficina Iluminação Cênica – Técnica e Criação, no mesmo local (9h às 13h). Quem desejar obter mais informações e/ou se inscrever deve ligar para (81) 3216-1616.

O Grupo Peleja se envereda por caminhos criativos que envolvem mistura e intercâmbio, gerando frutos no teatro, na dança, na pesquisa acadêmica e em produções audiovisuais. Conforme aponta Tainá Barreto, uma das integrantes do grupo, “nossas investigações artísticas transitam pelo mundo das artes cênicas e pelas manifestações das culturas populares, sempre focadas em questões que passam pelo corpo”. O repertório do Grupo Peleja atualmente conta com 5 espetáculos: quatro solos, um de cada integrante – Anônimo, Cordões, Guarda Sonhos Tu Sois de Onde? – e um espetáculo coletivo, Gaiola de Moscas, que teve sua estreia em 2007. Para saber mais sobre o grupo, visite: grupopeleja.com.br.

O SESC Santo Amaro fica na Rua Treze de Maio, 455 – Santo Amaro – Recife (PE).

[Cia. Domínio Público em Posso Dançar Pra Você? / foto: Coronel Mostarda]

Dirigida pela estadunidense Holly Cavrell, a Cia. Domínio Público circula com 3 de seus espetáculos – Posso Dançar Pra Você (ver foto acima), Babel Suportar – em diferentes cidades do estado de São Paulo. Depois de passagens por Caraguatatuba e São Carlos, a companhia segue para Botucatu (15-16/mai) e Cerquilho (29-30/mai) O projeto de circulação de espetáculos, intitulado Palcos, Ruas e Galerias (contemplado pelo ProAC (Programa de Ação Cultural (SP)), inclui apresentações gratuitas em espaços convencionais e ao ar livre. Posso Dançar Pra Você? é uma intervenção urbana idealizada para espaços públicos com grande fluxo de pessoas; na fronteira entre a dança contemporânea, o teatro e a performance, a intervenção busca compreender os limites sutis entre o cotidiano e o poético. Em Suportar, as/os bailarin@s buscam suportar fisica e figurativamente um@ à/ao outr@, reunindo elementos da dança, música, teatro e circo; a movimentação investiga ações como empurrar, puxar, atacar, esquivar, conduzir, entregar-se – a partir da cumplicidade, a confiança e a escuta tornam-se a linha dramatúrgica do espetáculo. Já Babel, conforme explica a companhia, “apresenta uma crítica bem humorada às contradições de um mundo feito de aparências”:

Entre a vida pública e a privada, encontramos muitos desdobramentos daquilo que foi o ponto de partida dessa pesquisa: a mentira. Babel é uma grande alegoria sobre as paredes que vamos levantando diariamente ao nosso redor, e cada cena contribui para chegarmos, no final do espetáculo, a uma grande reflexão sobre o artificial e o natural, sobre o isolamento em nós mesmos, sobre a excessiva confiança numa imagem vazia e morta que pode desmoronar a qualquer instante.

Na próxima sexta-feira (15/mai), Posso Dançar Pra Você? ganhará uma sessão na Praça do Bosque em Botucatu (Praça Comendador Emílio Pedutti, s/n, Centro), às 16h; mais tarde, às 20h, Suportar será apresentado na Casa da Juventude Professor Vinício Aloise (Antigo Galpão da Estação Ferroviária). No sábado (16/mai, às 20h), Babel será apresentado no Teatro Municipal Camilo Fernandez Dinucci (Praça Coronel Raphael de Moura Campos, 27 – Centro). Em Cerquilho, a companhia apresentará Babel em 29/mai (sex), às 14h30; Posso Dançar Pra Você?, no dia 30 (sáb), ao meio-dia; além de uma sessão de Suportar, no mesmo dia, às 19h30. Todas as apresentações da companhia na cidade acontecerão no Teatro Municipal de Cerquilho (Praça Presidente Kennedy, s/n – Centro).

Sobre a Cia. Domínio Público: criada em 1995 por Holly Cavrell, bailarina-coreógrafa, atualmente professora da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), é um grupo de pesquisa e criação em dança contemporânea, que busca desenvolver e aprofundar novas expressões de linguagem corporal, além de produzir e circular espetáculos artísticos. No momento, a companhia compõe-se de profissionais graduad@s e mestres em Artes da Cena pela UNICAMP, e conta com a colaboração de artistas de outras áreas como a música, o circo, a fotografia e o cinema. Para saber mais sobre a companhia, visite: www.ciadominiopublico.com.br.

 

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s