Companhia Urbana de Dança sai em circulação pelo Rio de Janeiro e comemora 10 anos de existência

ID:Entidades, com a Companhia Urbana de Dança / foto: Renato Mangolin

Ao celebrar 10 anos de existência, a Companhia Urbana de Dança – dirigida pela coreógrafa Sonia Destri Lie e fundada em parceria com o bailarino Tiago Sousa – inicia amanhã (15/mai) uma circulação de espetáculos de seu repertório em espaços culturais no Rio de Janeiro. Compõem o “tour” os seguintes trabalhos: Suite Funk (2008-2009), ID:Entidades (2010) e Chapa Quente (2010).

[Em jun/2014, publicamos uma conversa entre André Bern (editor de ctrl+alt+dança) e Tiago Sousa. O bate-papo compôs o fascículo #2 da série Voz da Dança.]

Comprometida com uma pesquisa que relaciona os universos da dança contemporânea e do hip-hop, ao longo desses 10 anos de atividades, a companhia já se apresentou em vários países. Em 2014, foi eleita como uma das 6 melhores pelo jornal estadunidense The New York Times.

A circulação de espetáculos pelo Rio de Janeiro, possibilitada pelo Programa de Fomento à Cultura Carioca (Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro / SMC-RJ), começa no Centro Coreográfico da Cidade e depois segue para a Arena Cultural Abelardo Barbosa – Chacrinha (localizada em Pedra de Guaratiba). Todas os trabalhos são apresentados com entrada franca.

Suite Funk reúne elementos do samba e do “beat box”, apresentando através do hip-hop o cotidiano dos subúrbios e favelas do Rio de Janeiro. O espetáculo tornou-se um grande destaque no repertório da companhia – mais de 25.000 pessoas já o assistiram desde sua estreia. Em ID:Entidades, @s bailarin@s têm como matéria-prima as ruas das grandes metrópoles, investigando possibilidades de movimento através da afirmação de diversos sujeitos e identidades, e dando voz às diferentes origens e trajetórias d@s intérpretes. O espetáculo aprofunda pesquisas feitas para trabalhos anteriores, tais como Ziriguidum, Batalha Urbana e o próprio Suite Funk.

Por sua vez, em Chapa Quente, @s bailarin@s são desafiados a um exercício de velocidade, compondo uma peça enérgica, que alia acrobacias à vitalidade das danças urbanas e do “house dance”. Desenvolvida por Rodrigo Marçal, a trilha sonora é um componente estimulante que explora a capacidade virtuosa d@s oito bailarin@s em cena, fazendo com que a adrenalina esteja presente ao longo de todo o espetáculo.

Para quem ficou curios@, a programação de apresentações segue abaixo:

  • ID:Entidades – 15 e 16/mai (19h) + 17/mai (18h), no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro (Rua José Higino, 115 – Tijuca – metrô Uruguai)
  • Chapa Quente – 22 e 23/mai (20h) + 24/mai (19h), na Arena Carioca Abelardo Barbosa – Chacrinha (Rua Soldado Elizeu Hipólito, s/nº – esquina com Av. Litorânea – Pedra de Guaratiba)
  • Suíte Funk – 29 a 31/mai (19h), na Arena Carioca Abelardo Barbosa – Chacrinha (ver endereço acima)

Saiba mais sobre a Companhia Urbana de Dança em: www.companhiaurbanadedanca.com.br.

 

 

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s