Juiz de Fora em foco: Leticia Nabuco e Grupo Macauã apresentam trabalhos na cidade mineira

"Hedonês", projeto de Leticia Nabuco / foto: Leticia Nabuco

“Hedonês”, projeto de Leticia Nabuco / foto: Leticia Nabuco

Com direção de Leticia Nabuco, Hedonês é uma instalação composta de 9 vídeos que exploram o universo do erotismo feminino na maturidade. Com duração de 18 minutos, a instalação foi concebida para pequenos públicos (8 espectador@s a cada vez) – em sessões que se estendem de hoje a domingo (21-23/ago) no Diversão & Arte Espaço Cultural, em Juiz de Fora (MG).

Como inspiração, o projeto abordou o mito grego de Hedonê, alegoria do prazer, fruto da união entre o deus Eros (símbolo do amor) e a mortal Psiquê (alma). Os primeiros passos de Hedonês se deram em meio a uma oficina homônima, realizada em 2014 sob coordenação de Leticia e Raíssa Ralola (colaboradora de ctrl+alt+dança), que contou com recursos da Prefeitura de Juiz de Fora (Lei Municipal de Incentivo à Cultura Murilo Mendes).

Em Hedonês, as sessões restritas a público reduzido reforçam uma sensação de intimidade, cumplicidade e troca. O projeto se aproxima do erotismo de maneira holística, não se atendo apenas à sexualidade, mas investindo também na relação com outros prazeres, tais como o crescimento, a potência e a própria vida.

Os vídeos do projeto apresentam Angela Nabuco, Bia Berredo, Dasi Prem, Jacqueline Lopes, Maria das Dores de Souza, Marieta Bernardino, Marisa Maria Nunes, Nratyo Prem e Raquel Novelino, todas com idades acima de 50 anos. A concepção cênica de Hedonês é assinada por Leticia em colaboração com Tatiana Gentile.

As sessões do projeto acontecerão em quatro horários – 14h, 16h, 18h e 20h – com ingressos a R$10. Uma dica: a sessão de 14h é sempre gratuita. Hoje à noite (a partir de 20h30), Hedonês ganha uma conversa pública (com entrada franca) sobre erotismo, o processo de criação da própria videoinstalação e as vivências com as participantes da oficina.

Para reservar ingressos, vale ligar para (32) 8489-7530 ou enviar um e-mail para contato.diversaoearte@gmail.com ou kennedyvas.jr@gmail.com. O Diversão & Arte Espaço Cultural fica na Rua Halfeld, 1.322 – Centro – Juiz de Fora (MG).

Grupo Macauã / foto: divulgação

Também neste final de semana (21-23/ago), o Grupo Macauã leva ao palco da Sociedade Filarmônica de Juiz de Fora (MG) o espetáculo de música e dança Sonhei que Estava em Pernambuco. O trabalho é fruto da iniciativa de pesquisa e divulgação da cultura popular brasileira desenvolvida pelo grupo.

Sonhei que Estava em Pernambuco faz referência a folguedos populares como maracatu e cavalo marinho, além de danças bastante difundidas e marcantes nas festas pernambucanas, tais como a dança do coco, a ciranda e o xaxado. O frevo, naturalmente, não poderia ficar de fora do espetáculo, com seus movimentos característicos: tesoura, dobradiça, ferrolho, abanando e pernada.

As apresentações de Sonhei que Estava em Pernambuco acontecem sempre às 20h30, com entrada franca. Os convites podem ser retirados em três locais em Juiz de Fora: Vivavox (Avenida Rio Branco, 2.384), Livraria Liberdade (Rua Benjamin Constant, 801) e FLUX (Galeria Pio X, 127).

A Sociedade Filarmônica de Juiz de Fora fica na Rua Oscar Vidal, 134 – Centro – Juiz de Fora (MG).

 

E você? O que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s